sábado, 28 de fevereiro de 2015

Professores da Paraíba param na sexta-feira em protesto contra reajuste de Ricardo Coutinho



Os professores da rede estadual de ensino vão realizar uma paralisação nesta sexta-feira (13). Os docentes vão se  reunir em assembleias regionais para discutir o reajuste concedido pelo governador Ricardo Coutinho (PSB) e protestar contra o acréscimo irrisório no salário da categoria.

De acordo com o presidente da Associação dos Professores de Licenciatura Plena do Estado da Paraíba (APLP), Francisco Fernandes, o reajuste de 9% – dividido em duas parcelas de 4,5% – concedido pelo Governo do Estado é inferior ao índice de 13,1% dado pelo governo federal aos docentes.
“Foi divulgado em alguns veículos da imprensa que o governador concedeu reajuste de 20% aos professores do estado. E nós vamos questionar, em assembleia, na sexta-feira, aos mais de 15 mil docentes quem foi que recebeu esse percentual”, adiantou a liderança sindical.

Ainda conforme o presidente da APLP, nas assembleias regionais também será discutido a revisão e atualização do Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS) do magistério. “Nossa pauta, além de propor reajuste de 20% para todos os professores é de negociar com o governo a revisão e atualização do PCCS que está desatualizado”, pontuou.

Francisco Fernandes ainda revelou defasagem nos salários dos professores concursados da rede estadual de ensino. “Os vencimentos finais da remuneração dos professores da Paraíba no fim de carreira são, em média, os mesmos pagos no início de carreira aos professores do Ceará, Pernambuco e Rico Grande do Norte”, denunciou.
FONTE: GIRO PB.
Clique para carregar comentários

0 comentários